Nas maletinhas do Minha Biblioteca, sonhos e fantasias para as crianças


Ao final desta edição do programa, 4 milhões de livros terão sido distribuídos para alunos da Rede Municipal

Se a estudante Vitória Santos da Silva, de 9 anos, pudesse, entraria no País das Maravilhas com o coelho apressado. “Queria um dia ser Alice”. Se os dinossauros ainda existissem, Vitória gostaria de ficar ao lado de um tiranossauro rex. “Ele é bem massa”, define ela, sem medo de um dos animais considerados mais perigosos do período jurássico.

A personagem e o animal dos sonhos da aluna da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Maria Berenice dos Santos, localizada na zona Sul da capital, chegaram até ela na maletinha do Programa Minha Biblioteca, que há três anos vem enchendo as prateleiras de livros dos estudantes da Rede Municipal de Ensino de São Paulo.

Vitória tem em seu armário três maletinhas, onde estão Alice no País das Maravilhas e A vida em Pequenos Passos, um livro que fala sobre o início da vida na Terra e onde ela conheceu os dinossauros. Assim como Vitória, o aluno da EMEF Clêomenes Campos, Caio César de Oliveira, de 12 anos, também já adora ganhar livros, principalmente os de romance, literatura e suspense. O predileto: Drácula. “Porque é místico e posso fugir da realidade”, explica.

Fechado em seu quarto, Caio está terminando a leitura de Eclipse e não quer ver o filme antes de terminá-lo, “para não estragar a surpresa do final”. A obra faz parte de uma coleção de outros 23 títulos que ele ganhou da família e que chegaram pelas maletinhas verdes do Minha Biblioteca. Mas, se pudesse, gostaria de ter uma sala cheia deles para esquecer do mundo. “É bom ganhar porque os livros são caros e meus pais não podem comprar para mim”, conta.

Nesta terça-feira, dia 17, a Secretaria Municipal de Educação lança na Bienal do Livro a 4ª edição do Minha Biblioteca, programa que incentiva hábitos de leitura e a formação de biblioteca pessoal pelos alunos, com importantes obras da literatura. Este ano, cerca de 490 mil estudantes matriculados no Ensino Fundamental receberão cada um dois livros, totalizando quase 1 milhão de exemplares entregues, 225 títulos e mais de R$ 11 milhões investidos. Ao final desta edição terão sido distribuídos cerca de 4 milhões de livros aos estudantes da Rede Municipal de Ensino desde 2007.

Seguindo os passos de Caio e Vitória, a pequena Bianca Breviglieri Barilho, de 8 anos, se envolve com a história de tal maneira que a descreve para quem aparece na sua frente. “Ela conta como se fosse o personagem do livro”, fala a mãe Ágata Breviglieri Barilho, de 34 anos. O faz-de-conta que ela mais gosta de brincar é de ser o Joelho Juvenal, que de tanto se machucar obrigou o dono a viver de calças. “Uma vez caí e ficou vermelhão igual ele”, lembra Bianca, feliz pela ferida.

A adoração pelas histórias a faz entender o valor do presente. “É ótimo porque eu aprendo cada vez mais”. Sua mãe recorda que lia para Bianca desde seus primeiros anos de vida, mas que, agora, deitadas na cama pela noite, quem conta a história é a pequena para a mãe dormir. “Ela gosta muito e eu também.”

Lançamento – Um grupo de alunos do 1º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Hipólito José da Costa, localizada na zona Norte, participará da cerimônia de lançamento na Bienal. Os alunos assistirão a dois espetáculos e, em seguida, cada um deles receberá seus dois primeiros livros.

Seguindo os conceitos de sustentabilidade que norteiam as ações da Secretaria, as obras virão em uma sacola biodegradável. Para os alunos do 1º ano, que recebem os dois primeiros livros de sua biblioteca pessoal, o kit é entregue em uma maleta feita com garrafas pet recicladas. Dessa forma, eles podem armazenar adequadamente os 18 livros que recebem durante os nove anos do Ensino Fundamental.

A idéia do programa Minha Biblioteca é fazer de São Paulo uma cidade de leitores. Para o secretário municipal de Educação Alexandre Schneider, o programa – inédito no país – tem um papel muito importante, que ultrapassa os muros da escola. “O objetivo é estimular o gosto pela leitura dos nossos alunos, mas não para por aí. Nossa intenção é que o hábito se estenda também aos pais e familiares das crianças e jovens que recebem os livros.”

Entre as obras estão Reinações de Narizinho e Viagem ao Céu, de Monteiro Lobato (um dos autores homenageados pela Bienal do Livro deste ano); 50 Crônicas Escolhidas, de Rubem Braga; Dez Sacizinhos, de Tatiana Belinky; Feliz Ano Velho, de Marcelo Rubens Paiva e A Corrente Da Vida, de Walcyr Carrasco.

Uma força a mais – O programa não é uma iniciativa isolada e faz parte de um extenso trabalho de alfabetização e incentivo à leitura. “O Minha Biblioteca está associado ao Programa Ler e Escrever, aos trabalhos desenvolvidos em sala de aula, à formação continuada dos nossos professores orientadores de salas de leitura e ao desenvolvimento de atividades dentro das nossas escolas voltadas ao desenvolvimento da competência leitora e escritora”, explica Schneider.

O programa Minha Biblioteca é realizado em parceria com a Câmara Brasileira do Livro (CBL), que congrega editores, livreiros, distribuidores e profissionais de venda direta do país. Em 2010, as negociações da Secretaria com aproximadamente 90 editoras resultaram em um desconto de 61,5% no preço de catálogo, totalizando R$17,5 milhões em economia.

A logomarca do Minha Biblioteca, foi desenvolvida por Ziraldo – padrinho do programa – que também está na lista de autores selecionados. “Eu gosto desse projeto porque ele resgata a função principal da escola, que é ensinar. E o bom dessa história é colocar a leitura, o livro, dentro da casa do aluno, no cotidiano na família brasileira”, diz o autor infanto-juvenil. O Menino Maluquinho, de autoria de Ziraldo, é um dos títulos do programa.

Serviço:
Lançamento da 4.ª edição do programa Minha Biblioteca
Data: Terça-feira, dia 17 de agosto
Horário: 10h30
Local: Estande da Secretaria Municipal de Educação na 21.ª Bienal Internacional do Livro

Secretaria Municipal de Educação
Assessoria de Comunicação e Imprensa
Fones: 3396-0345
e-mail: sme-imprensa@prefeitura.sp.gov.br

Voltar

Comentar

Enviar para amigos





Enviar para amigos

Imprimir

Assine nossa Newsletter

   Cadastrar meu e-mail   Descadastrar meu e-mail

Av. Pedroso de Moraes, 631/conj.111 | São Paulo | Brasil | CEP 05419-000 | 55 11 3814-4600 | escritorio@lufernandes.com.br