Jornalismo na Alma: Resenha- Bem profundo- Portia da Costa


Fonte: Paloma Viricio - SP

Olá pimentinhas! Venho trazendo para vocês resenha do Livro Bem Profundo da autora Portia da Costa. O livro foi enviado pela parceira do Jornalismo na Alma, Editora Planeta. Lembrando que esse livro tem conteúdo adulto. Leia a resenha por sua conta e risco.

FICHA TÉCNICA

Ficción

Páginas: 256 páginas

ISBN: 9788576658719

Formato: 16 x 23 cm.

Encadernação: Tapa rústica
Selo: Planeta
Nº de Edição: 2
Publicação: Novembro 2012

Onde comprar? Livraria cultura

NOTAS

Capa: 10
Conteúdo: 6,0
Diagramação: 10
Nota geral: 8,66

Erotismo bem profundo
Por Paloma Viricio

Visão Geral

Bem profundo é o primeiro livro erótico de Portia da Costa lançado pela Editora Planeta, é composto por 17 capítulos e 255 páginas recheadas com muito sexo. Para aquelas que apreciam o tipo de leitura “Hot” é um livro super indicado. Uma segunda publicação erótica, através da Planeta, de autoria da mesma já está sendo planejada para 2013 e se chamará O desconhecido.

Nossa personagem principal chama-se Gwendolynne Price, complicado o nome, né? Levei tempo para adaptar-me com ele, mas com o passar da trama fica mais fácil. Bom, ela é mulher divorciada, residente de uma pequena cidade e funcionária de uma biblioteca municipal. A vida dela é pacata e comum, até o momento que passa a receber cartas eróticas de um admirador secreto, o misterioso Nêmeses. O jeito de Gwen muda completamente, ela passa a agir em prol desse admirador que ordena á ela espécies de punições sexuais quando eles passam a ser comunicar através da internet. Ela começa a flertar também com um professor universitário, Daniel, o qual mexe demasiadamente com os instintos sexuais da moça e se envolve inicialmente em uma espécie de amizade colorida.

Gwen e Daniel são personagens principais interessantes. Ela é uma mulher gordinha e sexy, diferente de outros livros onde a figura feminina para ser atraente deve ter um corpo ideal ditado pelos padrões de beleza da sociedade. E Daniel é esperto, astuto e inteligente. Gostei muito da descrição da autora em toda história, ela leva o leitor para a cena e tornando tudo muito agradável. As personagens são apaixonantes, quando você pega intimidade com elas, não quer mais parar de ler.

Entretanto achei alguns pontos negativos no livro. Está escrito no mesmo “Portia da Costa em mais um romance apaixonante”, só que como leitora não considerei o livro um romance, tem uma pitada dele, mas muito pouco em comparação á outros livros com teor quente como Um olhar de amor e Por um momento apenas- Bella Andre, esses sim tem uma base forte de romance com o erotismo como plano de fundo. Bem Profundo é como se fosse um grande conto erótico, pois tudo basicamente é sexo. Tiveram momentos da trama cansativos que chegava á me sentir como fantoche Marcelinho lendo contos eróticos, sempre batendo na mesma tecla de “chupa isso”, “come aquilo”, “belisca aqui, acolá” e etc.

Bem Profundo é um livro completamente erótico. Uma questão que irrita bastante é que a personagem principal só pensa em sexo 24h por dia e isso fica um pouco artificial demais, já que as pessoas têm outras preocupações na vida. Ela se masturbou tanto no livro que pensei que iria quebrar o dedo em algum momento da trama. Sem contar em algumas cenas muito absurdas que fogem completamente da realidade, como a do professor Daniel que se barbeia nu no banheiro da biblioteca,depois ainda se masturba lá mesmo com Gwen presenciando tudo. Acredito que isso aconteceu por ser um livro narrado em primeira pessoa e os pensamentos, na maioria das vezes, serem fantasias sexuais, fetiches da personagem principal, tornando partes da trama surreais.

Quase no final do livro tem um drama que envolve as personagens e acredito que essa foi a melhor parte do mesmo, apesar da autora não ter desenvolvido como poderia desenvolver para que fosse o grande “Boom” de tudo, a virada. O mistério que te segura até o final do livro acaba tendo um desfecho sem sal e menos ainda açúcar… esperava muito mais da imaginação de Portia. E tudo muda quando aquele “sexo sem compromisso” torna-se um amor arrebatador que mesmo assim não convence muito quando o tema é paixão romântica. O livro não é totalmente ruim se você gosta de tramas eróticas, mas não entrou para meus favoritos.

Designer e diagramação
Disso não tenho o que reclamar. As folhas são em material pólen, com letras espaçamentos confortáveis. Os capítulos também são bem divididos. A capa é bonita e juntamente com o título chama bastante atenção do leitor inicialmente.

Sobre a autora

Portia Da Costa é uma autora multi-publicada britânica do romance, romance erótico e ficção erótica. Seus romances foram publicados por muitas editoras, tanto nos EUA quanto no Reino Unido, e traduzido em muitas línguas, incluindo alemão, espanhol, italiano, holandês, norueguês e japonês. Mais conhecido por seus muitos romances para o pioneiro editor erotica britânico Black Lace , seu trabalho foi elogiado por sua sensualidade character-driven intensa e viva a profundidade emocional. Ela gosta de escrever livros com cenários contemporâneos, paranormal e, ocasionalmente, futurista, mas seu novo amor é grande o romance erótico histórico. (Fonte: WWW)

O trabalho Erotismo bem profundo de Paloma Viricio foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.

Obs.: Todos os textos produzidos neste blog são da minha autoria e estão registrados. Se utilizá-los, por favor lembre-se dos créditos.

Voltar

Comentar

Enviar para amigos





Enviar para amigos

Imprimir

Assine nossa Newsletter

   Cadastrar meu e-mail   Descadastrar meu e-mail

Av. Pedroso de Moraes, 631/conj.111 | São Paulo | Brasil | CEP 05419-000 | 55 11 3814-4600 | escritorio@lufernandes.com.br